1 de novembro de 2013

Dr. Morton Luiz, responde a críticas e sobre a presença da vereadora Rita em seu casamento

Estou absolutamente estarrecido com a reportagem que vincula minha atuação funcional com supostos escândalos na Câmara de Macaíba, imputando-me a prática de prevaricação, para ficar no mínimo.

Em nenhum momento fui procurado para prestar esclarecimento, nem sobre a presença da vereadora em meu casamento, nem sobre a investigação que iniciei ano passado... Mesmo assim, por zelo à minha imagem e por dever de ofício, venho aqui pontuar alguns esclarecimentos:

1) A Vereadora Rita é amiga de minha sogra há alguns anos. Quando esta me disse de seu interesse em convidar aquela para meu casamento, eu já estava afastado da Promotoria, de modo que não pude arguir suspeição em eventual procedimento investigativo que presidia. Tampouco relatei a minha sogra - como tampouco a qualquer outra pessoa - as investigações que presido em Macaíba, de modo que ela jamais imaginou que pudesse gerar o enorme constrangimento que estou passando neste momento.

2) Trabalho há nove anos em Macaíba, e jamais fui apontado como "protetor" de grupo político ou pessoa "A" ou "B", como estou sendo agora a partir dessas insinuações maliciosas, que só incitam o povo a aumentar seu descrédito na Justiça, só que de forma irresponsável, açodada e gratuita.

3) Os atos que pratiquei, como Promotor de Justiça, estão devidamente documentados, de modo que qualquer um do povo que se considerar atingido por qualquer "falha" no meu caráter ou comportamento, poderá se valer da Corregedoria do MP/RN, da Polícia ou de que meio achar conveniente, para "denunciar" qualquer desvio que eu tenha praticado.


4) Como vivemos num Estado Constitucional Democrático, que inclusive cabe a mim salvaguardar como Promotor de Justiça, não hesitarei em buscar a reparação dos danos morais que minha imagem esteja sofrendo, no foro próprio, pois toda publicação deve ser feita com responsabilidade, correção e dignidade - eis a única exigência que a liberdade de manifestação do pensamento e de imprensa exige do cidadão.

5) Como sempre, em toda a minha vida profissional, estarei disponível para esclarecer eventuais dúvidas que permanecerem obscuras, porque tenho o maior respeito por toda a população dos Municípios de Macaíba, Bom Jesus e Ielmo Marinho, que me foram designados para tutelar desde 2004. Atualmente estou no gozo de licença prêmio - que aproveito para cursar Doutorado em Direitos Humanos - mas assim que retornar, no dia 27-11-13, atenderei em meu gabinete, na Promotoria, para tal fim.
Morton Luiz Faria de Medeiros

Via Senadinho Macaíba