22 de novembro de 2013

População apresenta emendas ao PPA e LOA e Vereadores apresentam projetos



Moradores do Lot. Santa Helena

Na sessão desta quinta-feira (21) membros da Assembleia Popular apresentaram, por meio de alguns vereadores, as emendas ao Plano Plurianual [PPA] e a Lei Orçamentária Anual [LOA], emendas estas que propõem os anseios da juventude, comunidades e a educação do município. Com isso na próxima terça-feira (26) provavelmente essas emendas serão votadas, mas não houve certeza por parte do legislativo.

A sessão contou com a participação dos moradores do loteamento Santa Helena que durante a sessão foram lembrados pela vereadora Dadaia, onde foi aprovado em caráter de urgência o a escolha os nomes de duas ruas no loteamento.

O presidente da câmara Gelson Lima lembrou no inicio da sessão  o dia da Consciência Negra e o evento que a comunidade quilombola da cidade (Capoeiras) irá realizar amanhã as 16h na comunidade.

O vereador Edivaldo Emídio falou da importância do debate em torno do PPA e que a população deve participar ativamente com o apoio do legislativo. Ressaltou ainda a questão da segurança na cidade e que e de grande importância uma base de policia na comunidade de Traíras.

O vereador Luiz Gonzaga (Luizinho) cobrou uma solução para um buraco que está na rua próximo a Canabrava, pois o mesmo informou que nem o poder executivo nem o estado se pronunciam sobre este problema. O vereador Gelson informou ao vereador Luizinho que vai ser resolvido porque ele já havia conversado com o responsável para sanar o problema. Ainda com a palavra, o vereador Luizinho, no tocante a segurança do município, informou que durante sua gestão como prefeito havia uma assistência aos jovens da cidade e que o problema não se resolve com o aumento do efetivo na cidade e sim com amparo e assistência a juventude. Lembrou que a atual gestão (Fernando Cunha) não pode ficar culpando a gestão anterior (Marília Dias), pois algumas obras na cidade, por exemplo, o Complexo Esportivo que nunca foi concluído e vem do tempo da primeira gestão do prefeito.

A vereadora Katia Sena no início de sua fala, relatou que havia sido informada que teria acontecido mais um assassinato na cidade, somando 92º neste ano, e que o prazo solicitado pela governadora teria expirado, sem que ela estivesse cumprido com suas promessas e a Insegurança só aumentou. a vereadora lembrou ainda que espera que o prefeito sancione o projeto apresentado por ela e aprovado pela câmara que cria o conselho municipal de segurança, e que os poderes avancem juntos em políticas publicas para combater a criminalidade. Pois segundo a Katia estes seriam os primeiros passos para uma cidade segura. 

A vereadora voltou a colocar em questão o projeto dos Bombeiros Civis, pois o mesmo já se encontrava há alguns dias na casa, amparada pela lei federal de n. 11.901/91 que regulamenta, mas para ter a efetividade da norma, ela deve ser implantada no âmbito municipal. Questionada pelo Vereador Dr. Antonio sobre não ter condições do município regulamentar, pois não havia profissionais desta área na cidade, a vereadora informou que existia bombeiro civil na cidade, mas que devido a falta de regulamentação, eles não atuam aqui. após a sessão a vereadora descobriu que tem curso no Colégio Equipe e no Pronatec, mas os profissionais vão buscar emprego em natal, pois aqui não há essa exigência e espera que o poder executivo regulamente esses profissionais, o projeto foi pedido vista pelo vereador Gelson Lima. Foi votado e aprovado ainda o projeto do Mural da Transparência nas escolas de autoria da vereadora.

Maxson Savelle
Blog Cidadão Macaibense