26 de dezembro de 2013

Cristo nasceu mais uma vez dentro de nós



Um processo evolutivo é que nos move. Esta evolução que Charles Darwin já apregoava, não se resume a  mera condição biológica. Não! As relações interpessoais e as relações sociais estão num constante processo de evolução. A partilha e não o acúmulo de bens materiais está em um processo de evolução. Cristo ao pregar para um povo seu, próximo ao mar da Galiléia, mostrou que era possível sim partir. Repartir. Dividir bens. 

Aqueles peixes, pães, eram bens que deviam ser repartidos. Cristo ao fazer este gesto, demonstrou para a humanidade que não é correto o acúmulo da propriedade. A privatização. A concentração das riquezas. Este ser histórico, que a igreja católica sabiamente atribuiu a ele, a condição de filho de Deus, foi o primeiro ser na história da humanidade que conseguiu massificar o desejo humano de PARTILHA. 

Toda partilha diz não ao capitalista. Cristo vindo ao mundo hoje, ficaria contra o consumismo, esfera de crescimento do capitalismo. CRISTO É ANTICAPITALISTA. CRISTO É VIDA. VIDA EM AMBUDÂNCIA. Viva Cristo que renasceu mais uma vez dentro de todos nós. Que possa renascer em nós  uma maior vontade de lutar contra todo e qualquer tipo de capitalismo existente em nossas terras.

João Marques
Presidente do PT de Macaíba