17 de março de 2014

Ney Junior: "Meia-entrada para estudantes na Copa está garantida"

Ex-vereador emNatal e atual Diretor Geral do PROCON-RN, em papo rápido com o jornalista José Pinto Junior

Em que medida o PROCON será demandado em relação a Copa?
Será demandado principalmente em relação aos conflitos de leis entre União, Estado, Municípios e FIFA. Por exemplo, a FIFA não quer aceitar que professores paguem meia entrada, mas em Natal tem uma lei que garante este direto ao professor.

Há uma lei que também garante a meia entrada para o estudante?
Foi uma luta para ficar aceita a lei. Mas está resolvido graças a ações do Ministério Público Federal.

O PROCON está preparado para atender as reclamações durante este período da Copa?
Junto ao Ministério da Justiça estamos ampliando o número de computadores e treinando as pessoas. Serão vinte computadores a mais para o trabalho de teleatendimento.

Mas o prédio não está interditado?
Verdade. Mas já fechamos uma parceria com o Juizado Especial que fica em frente ao PROCON, inclusive com treinamento para promovermos acordos entre as partes para evitar a judicialização.

Quanto a demanda por advogados?
Estamos conversando com as universidades, juizado especial e a OAB. Queremos deixar esta estrutura como legado da Copa. Ou seja, funcionando depois deste evento mundial.

Jornal Potiguar Notícias