26 de agosto de 2014

Respeito a uma juventude transformadora

Reflexões - Ionara Nunes
É engraçado como os jovens são desrespeitados. Cabe a esse grupo toda uma responsabilidade por mudanças e transformações, mas se eles não contribuem para a causa corretíssima dos mais velhos e portanto, sábios, são tratados imediatamente como alienados...que grande contradição, pois eles foram os vadios e alienados de ontem. Desde que me entendo por gente, escuto coisas negativas sobre os jovens e se eles são envolvidos em militância política, sendo diferentes da maioria dos adultos, aí eles cometem quase um crime. 

A juventude tem sim um espírito por si só transformador, mas eles na verdade não deve se atrever a questionar os atos dos adultos sábios e entendidos de tudo, pois logo perdem seu valor e se tornam "uma geração perdida"...afinal de contas, qual geração criou e preparou os jovens de hoje? Esses mesmos jovens que dão a vida por um iphone modelo mais moderno, roupas de grife e com total desapego por informação e conteúdo? Essa mesma geração muito correta que quando jovens eram os baderneiros vadios...