30 de novembro de 2014

Da necessidade de um PLANO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL


Por João Marques - Presidene do PT de Macaíba

Destinando menos de 1% para agricultura no orçamento municipal para 2015, o Prefeito Fernando Cunha demonstra que tem pouco  compromisso com as comunidades rurais de nossa cidade. Com mais de 40 comunidades rurais, entre distritos e lugarejos sem muita estrutura, a cidade de Macaíba tem o seu território rural maior do que o urbano. Enquanto população, é na zona urbana a maior densidade. Potencial solo na área da agricultura familiar, se destacando entre outros produtos, na produção de mandioca. 

Claro que pela potencialidade do solo, nossa localização colada de Natal e de São Gonçalo, porto e aeroporto, Macaíba é potencialmente um forte desaguador de produtos no mercado internacional. E a prefeitura o que faz? Destinou no seu orçamento municipal para 2015,  0,94% para agricultura. Menos de 1%. Percebe-se com esta situação, que o nosso Prefeito Fernando Cunha, está muito despreparado para governar para o nosso povo. Não é maldade que vejo nos erros da administração, ao contrário, Fernando é um ser humano bom. No entanto, é despreparado. E é composto de uma assessoria sem nenhum tino para o planejamento municipal.

Com essa realidade que temos na nossa zona rural macaibense, era sim necessário, um PLANO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL. Planejar o que deveremos plantar em nossa terra. Planejar como plantar e como vender. Fortalecer a assistência técnica ao homem do campo para que o mesmo supere o atravessador e possa ganhar no mercado local e internacional. Afinal de contas, temos uma ZPE para ser instalada em nossa cidade e precisamos ser celeiro não só do setor primário, mas também secundário. No entanto, o Prefeito Fernando Cunha que demonstra despreparo no trato da coisa pública, destina menos de 1% para agricultura. Como se ela não fosse parte importante da nossa economia.