18 de março de 2015

Membro do GT de Fortalecimento da Agricultura Familiar fala sobre realização do seminário no programa "A voz da Comunidade"

Jair Macêdo / GT de Fortalecimento da Agricultura Familiar

Aconteceu hoje, quarta-feira (18), de 11h as 11:30, na Rádio 87 FM Macaíba-RN, uma entrevista no programa “A Voz da Comunidade” do locutor José Luis Pitty, com Jair Macedo, representante do CEPAC e membro do Grupo de Trabalho de Fortalecimento da Agricultura Familiar. 

O objetivo foi se comunicar com a população sobre sistema de produção, segurança alimentar, comercialização e divulgar o Seminário de Sensibilização para implementação do Serviço de Inspeção Municipal – SIM. O Seminário será realizado na próxima sexta-feira, dia 20 de março, a partir das 8h, no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Macaíba/RN, Rua Dinarte Mariz, nº 65, centro, Macaíba.

De acordo com Jair Macedo, a iniciativa é dialogar com setores organizados do poder público, especialmente, prefeitura, secretarias afins e Câmara Municipal. Além dos agricultores familiares, como publico interessado, órgãos da Assistência técnica, pública e privada para que o município implemente as condições necessárias para inspeção, regulamentação e estruturação, no que se refere a comercialização dos produtos de origem animal, advindo da agricultura familiar do município. A implantação do Serviço de inspeção vai oportunizar mercado, fortalecendo as unidades produtivas da agricultura familiar, tendo em vista que os agricultores poderão vender produtos, beneficiados com maior valor agregado no mercado formal e institucional, como é caso do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Vale destacar, que em que em 2006, A Presidente Dilma Rousseff sancionou o decreto que regulamenta o SUASA – Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária. Este sistema tem como objetivo garantir a saúde dos animais e a sanidade dos vegetais, a idoneidade dos insumos e dos serviços e a identidade, qualidade e segurança higiênico-sanitária e tecnológica dos produtos finais destinados ao consumo. O novo sistema de inspeção, organizado de forma unificada, descentralizada e integrada entre a União (através do Mapa), que coordena o sistema, como Instância Central e Superior, os estados e Distrito Federal, como Instância Intermediária e os municípios, como Instância Local, através de adesão voluntária. O SIM fortalecerá o controle de higiene e qualidade dos alimentos produzidos e comercializados na cidade.

Da Redação
Cidadão Macaibense