13 de maio de 2015

Presidenta Dilma Rousseff quer taxação das grandes fortunas

Foto via A Tribuna - MG

São Bernardo do Campo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em reunião com movimentos sociais de juventude nesta terça-feira (12), afirmou que, em conversas recentes com Dilma, a presidenta garantiu que mandará um projeto de lei para o Congresso a fim de taxar grandes fortunas no País. Entretanto, Lula acredita que com o Congresso e o Senado cada vez mais conservadores, as propostas podem ser rejeitadas.

“Dilma disse que vai mandar o projeto de lei para taxar as grandes fortunas no Brasil. Eu não acredito que com aquele Congresso isso vai passar; mas, de qualquer maneira, é bom ela mandar, porque podemos perder o projeto, mas não podemos perder a causa, o debate”, disse Lula.

A conversa entre Lula e a juventude durou mais de duas horas e temas como corrupção, segurança pública, investimento em educação, regulamentação da mídia, entre outros, foram questionados e debatidos.

“Estamos diante de uma guerra. De uma perseguição. Os mesmo empresários que doaram recursos para a campanha do PT também doaram para o PSDB e outros tantos partidos. O PT precisa levantar a cabeça e fazer eles provarem que dinheiro que o empresário deu para o Vaccari (tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, preso no mês passado) é propina. Hoje, vejo muitos corruptos chamarem o PT de corrupto. Eu não aceito isso”, defendeu Lula.

Mais uma vez, Lula falou que é contrário ao projeto de lei 4.330, que regulamenta e libera a terceirização e coloca em risco direitos como as férias o décimo terceiro salário.

Lula defendeu algumas medidas de ajuste econômico adotadas pela presidente Dilma Rousseff, porém, destacou que algumas alterações poderiam ser feitas após diálogo com setores da sociedade.

Texto na íntegra: www.conversaafiada.com.br