30 de junho de 2015

O Povo no Poder: Essa é a solução para 2016


De todas as forças políticas locais, que estiveram ou que estão no poder e que têm pretensões de disputar as eleições municipais do próximo ano, nenhuma delas representa ou podem representar os verdadeiros interesses da classe trabalhadora macaibense. O motivo é simples: por fazerem parte da classe política dominante e atuante em Macaíba sempre defenderão os seus próprios interesses em detrimento dos interesses do povo, visando, a todo custo, sua perpetuação no Poder. 

Dito isso, vale fazer as seguintes reflexões:
- Até quando o futuro de Macaíba será decidido conforme os interesses das classes dominantes locais?
- Até quando a classe trabalhadora e demais setores progressista desta cidade permitirão às elites o acesso exclusivo ao Poder?

Essas reflexões são necessárias, pois, até agora, o que está à disposição dos leitores nos blogs e sites da cidade, como opção de leitura sobre as articulações políticas para as eleições de 2016, diz respeito, apenas, aos interesses das classes dominantes, como se em Macaíba não houvesse classe trabalhadora e como se em Macaíba não houvesse partidos de esquerda.
Por esse motivo, é urgente que seja feita uma análise política, que tenha como princípio fundamental o protagonismo popular e que seja capaz de teorizar a respeito de um projeto popular e democrático, que possibilite ao povo impor, por meio da disputa eleitoral, uma derrota política as elites hegemônicas desta cidade.