21 de julho de 2015

Discurso sobre a Política Macaibense


Em meu último texto iniciei uma discussão sobre a necessidade de formação política dos cidadãos macaibenses, como forma de evitar que a “falta de consciência política do povo” continuem representando o verdadeiro poder dos maus políticos. A consequência imediata dessa discussão, certamente, será a de respondermos a seguinte questão: como e por quem será feita essa formação política?

Primeiramente, essa formação política deve começar por uma profunda mudança no debate político da cidade, que até agora tem se concentrado em “falar da política”, ou seja, um discurso direcionado para as ações de personalidades políticas locais. Por exemplo, é comum que os textos publicados na maioria dos sites e blogs da cidade recebam o título de expressões como “bastidores da política”, “cenário da política”, “condicionantes da política”, isto é, sempre alguma coisa falando da política. No fim das contas, se pararmos para analisar o conteúdo desses textos, concluiremos que se trata de uma discussão baseada no senso comum e que tem como sua principal característica a divulgação de fofocas políticas. Ademais, nada mais conveniente aos que estão no poder do que esse tipo de discussão, uma vez que, em momento algum, há um estímulo ao pensamento crítico e reflexivo da realidade social e política de Macaíba.

Assim, para avançar rumo a uma formação política do povo, precisamos superar esse debate “da política” e partir para um debate “sobre a política”, ou seja, um debate sobre os processos políticos e suas consequências sociais para a construção da sociedade macaibense.

Em segundo lugar, caberá aos intelectuais macaibenses¹ a tarefa de dirigir e organizar a formação política do povo. Isso acontecerá a partir da união e de um esforço em conjunto desses intelectuais na produção e articulação de novas ideias, que por sua vez serão a base para construção de “uma teoria política e social genuinamente macaibense”. Assim, novos espaços de debate e formação política deverão surgir na cidade, com o objetivo de promover a consciência e a formação política do povo.
________________________
1 - Entenda-se por intelectuais macaibenses aqueles cidadãos e cidadãs que se dedicam ao pensamento critico e reflexivo e que, por meio de suas ideias, procuram transformar a realidade social de Macaíba.