8 de julho de 2015

Eleições 2016: Oposição de Macaíba está sem definições


Em todas as cidades onde as disputas são acirradas entre duas chapas a cidade toda já sabe quem será os candidatos do próximo pleito seguinte quando já se termina o disputado no momento, isso é normal para poder mobilizar sua militância que precisa ser alimentada e continuar acreditando que seu voto valeu apena mesmo não tendo o êxito da vitória, isso significa muito para o eleitor derrotado se alimenta de esperanças para o próximo pleito como o atual prefeito Fernando Cunha fez quando estava sem mandato e continuou sempre como candidato e sempre em contatos com seus eleitores.

Esse negócio de ficar esperando definições vindas de cima, como é conhecido no meio político, só acontece em município onde se tem uma oposição tacanha e desencorajada como é o caso de Macaíba, quem faz a política local é quem tem que ditar a composição das chapas e não o chamado lá de cima que pouco conhece as necessidades nem muito menos a dinâmica do eleitorado local, não basta se basear apenas em pesquisas, elas servem para nortear, mais não pode ser vista como fator decisivo para um candidato que pode ter no curso da sua candidatura complicações que pode o levar ao nível mais baixo da popularidade.
 
A oposição de Macaíba tem se acanhado diante do poder que os Cunhas exercem na política local como verdadeiros combatidos pelo então prefeito Fernando Cunha, os ex. prefeitos mais recentes de Macaíba tem se deixado ficar esquecidos pelos seus eleitores que ficam na incerteza de suas possíveis candidaturas por não verem determinação dos mesmos, existe rumores na cidade que existe possíveis acordos de alguns que se dizem oposição com o atual prefeito para se manterem no poder mesmo que sejam no legislativo ou talvez na esperança de ser apoiado por ele para ser candidato a prefeito em uma possível impossibilidade de sua candidatura.

O que os eleitores oposicionistas vem comentando hoje nas ruas de Macaíba é que estão se sentindo abandonados e traídos pelos seus representantes onde tem deles que a pouco tempo saiu do poder e esqueceu a cidade, alguns que estão no legislativo, que se elegerão na oposição e hoje compõe a base do prefeito e alguns que se dizem de oposição não se comportam como oposicionista, ou seja, oposição branca. E com isso o povo se volta para três políticos da cidade como verdadeiros representantes da oposição pelas suas atitudes e determinação de cobrar do executivo o que é de direito do povo.

Os que se coloca como verdadeiros oposicionistas vistos pelo povo são eles; A Ver. Kátia Sena, o Ver. Edivaldo Emídio e o Prof. João Marques, esses são vistos dessa forma por terem posição diante da situação vivida hoje em Macaíba onde muitos que eram legítimos representantes dessa massa hoje estão comedidos tanto no discurso como no agir e com isso esses citados vem ganhando a dianteira da oposição. É bem verdade que hoje são esses três que vem se destacando como oposicionistas ao prefeito dentro de uma lógica que é a de oposicionistas com responsabilidade dando sugestões para os problemas do dia a dia da cidade.

A Ver. Kátia Sena tem crescido muito como parlamentar e com isso ganhando os olhares dos eleitores oposicionistas com sua luta e determinação. O Ver. Edivaldo Emídio vem junto com a parlamentar enquanto vereador da oposição, não só cobrando o direito das classes, mais legislando em favor de todos sem fazer distinção de região. Já o prof. João Marques é determinado no que acredita e faz questão de se colocar como um verdadeiro oposicionista e nunca desiste de lutar por uma Macaíba melhor e mais justa para todos.