7 de outubro de 2015

Casa do Empresário de Macaíba apresenta à população local a “Operação Comércio Seguro”

Créditos: Com. Fecomércio

Com o objetivo de apresentar aos moradores de Macaíba a campanha “Operação Comércio Seguro”, a Casa do Empresário da cidade reuniu na noite de ontem (06.10) autoridades locais e representantes de diversos setores da sociedade civil. Na ocasião, foram abordadas questões acerca da segurança pública, e foi entregue um folder com dicas de como comerciantes e seus funcionários devem agir para contribuir com a diminuição de ocorrências no município.

O trabalho, encabeçado pelo Sindicato do Comércio Varejista de Macaíba (Sindivarejo) e pela Câmara dos Dirigentes Logistas (CDL) da cidade, busca conscientizar os empresários locais na tomada de decisões que possam somar-se às ações já desenvolvidas pelo poder público no enfrentamento ao crime: “sua empresa com mais segurança para você e seus clientes”.

O presidente do Sindivarejo e vice-presidente da Fecomércio RN, Luiz Lacerda, ressaltou que esse é só o primeiro passo diante do que a Casa do Empresário pretende fazer para combater os assaltos recorrentes que acontecem em Macaíba. “Iremos oferecer os meios para que tenhamos um fórum para mediar o tema da segurança pública entre os diversos setores da sociedade civil. Esta é nossa contribuição para melhorar a segurança na cidade”.

Já o presidente da CDL Macaíba, Geovanne Montine, destacou que discutir o tema da segurança pública é uma atividade constante da Casa do Empresário. ”Enquanto representante da classe empresarial, pretendemos continuar este debate junto ao poder público, e almejamos, com a soma de ações do estado, do comércio local, e da prefeitura do município, conseguir implantar o vídeo monitoramento no centro da cidade”.

O comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar de Macaíba, tenente coronel Marlon de Góis Bay, e o delegado da Polícia Civil, Normando Feitosa, apresentaram ao público presente as ações que estão sendo realizadas para o enfrentamento ao crime no município. A dificuldade de estrutura e pessoal foi ponto comum nas explanações feitas pelos representantes da Polícia Militar e Civil, os quais concordaram também na importância do debate constante acerca da segurança pública.

Para o tenente coronel, a situação de altos índices de criminalidade não é algo que existe somente em Macaíba e que tomou forma recentemente, “trata-se de uma questão que envolve, necessariamente, a educação. As crianças e jovens precisam voltar a ter a educação como referência; somente assim poderemos falar, no futuro, em prevenção à criminalidade, e não enfrentamento ou combate”.

O delegado Normando Feitosa reafirmou a importância de debates como o que foi realizado pela Casa do Empresário de Macaíba. Para ele, “faz-se necessário a existência de uma parceria entre os poderes público e privado para que possam ser amenizados os problemas da segurança no município. Temos que continuar nos reunindo, identificando as dificuldades, apresentando as carências de cada poder e buscando formas de contornar tudo isso”.

Durante o evento, que contou com a participação, também, de secretários municipais e representantes do poder executivo local, o Grupo de Escoteiros Augusto Severo recebeu o material impresso e assumiu a responsabilidade de distribuir o folder no comércio de Macaíba a partir desta quarta-feira (07.10).