6 de outubro de 2015

DEPOIS DE 24 ANOS, A JUSTIÇA GARANTE INDENIZAÇÃO A PROFESSORES QUE NÃO RECEBIAM SALÁRIO MÍNIMO


05 de Outubro de 2015, passados mais de 24 anos depois de terem entrado com uma ação na justiça para garantir que recebessem pelo menos o mínimo, um grupo de professores foi ao Poder Judiciário Macaibense para receber das mãos da doutora Juíza, Dra. Luiza Cavalcante, a sentença que garantiu a indenização a estes professores.

Segundo o articulador da ação, Profº João Marques, a luta começou muito antes. Mas foi com a colaboração do Advogado Gilson Nogueira, que ele, professor e dirigente sindical na época, articulou um grupo de professores que entrou com a ação judicial para garantir pelo menos o salário mínimo.

Segundo o Profº João Marques, os professores  e funcionários da época recebiam menos de 30 reais por mês. Em 1997, os professores passaram a receber o salário mínimo. A constituição federal de 1988, que foi sancionada em 05 de outubro daquele ano, garantiu que todos os trabalhadores do Brasil, ganhassem no mínimo, o salário mínimo. Mas aqui em Macaíba este direito só foi garantido em 1997, graças a ação judicial impetrada por esse conjunto de professores.