24 de dezembro de 2015

Inquilinos e Impostores

Política e Poder - por Jefferson Lázaro
jeffersonlazaro@hotmail.com

Durante todo o dia de hoje fiquei refletindo como foi que o ano de 2015 passou tão rápido. Já faz seis meses que escrevo, semanalmente, para o Cidadão Macaibense. O tempo voou.

Em meu texto da semana passada, dentre outras coisas, falei do desejo que tenho de ver um macaibense assumindo o poder nas eleições do próximo ano.

Nada custa lembrar, como tenho dito incansavelmente em meus textos, que Macaíba é governada por gente de fora e que a população de Macaíba nada mais é que telespectadora das decisões que levam, cada vez mais, esta cidade para longe de seus habitantes.

Há 15 anos, Macaíba não é governada para o povo de Macaíba, mas para os natalenses e muitos outros que o médico trouxe consigo para dominar o povo desta cidade.

Quando disse na semana passada que precisávamos resgatar os rumos políticos de Macaíba é porque, realmente, a situação não é das melhores.

Aproveitemos, pois, este dia e façamos a seguinte pergunta:

Quando teremos a satisfação de comemorar a volta de um macaibense ao poder político desta cidade? Certamente, esse seria o melhor presente de natal que poderíamos ganhar.

Chega desse povo de fora dando “pitacos” na política de Macaíba, querendo confundir as pessoas que vivem aqui.

A situação está tão critica que quem é daqui não pode mais dar sua opinião, pois logo é taxado como “do contra” ou de “pseudo-formador de opinião” como fui chamado na semana passada por um morador da capital sem noção e legitimidade.

Compreendam-me bem: não sou contra as pessoas de outras cidades que escolheram Macaíba para morar. Muito pelo contrário, essas pessoas são e sempre serão bem vindas. Acontece que há um grupo político, comandado pelos irmãos Cunhas, que, assim como eles, nunca moraram em Macaíba e ainda se acham no direito de darem “pitacos” na política local. Quanta petulância!

A pergunta que faço é:

E nós, macaibenses, ficaremos calados?

O apelo que faço neste natal, ao povo macaibense, é para que não se calem, pois nossa cidade precisa ser resgatada das mãos dessa gente. Não podemos mais permitir que inquilinos e impostores usurpem o poder que deveria estar em nossas mãos, isto é, nas mãos do povo de Macaíba.

Feliz Natal!