10 de dezembro de 2015

Ministro Henrique Alves empenha R$ 2 milhões para governo do estado investir no turismo potiguar

Casarão dos Guarapes | Foto: Edeilson Morais
O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, anunciou o empenho de cerca de R$ 2 milhões para o governo do Rio Grande do Norte investir em infraestrutura turística do estado. São R$ 994 mil destinados ao projeto de restauração do Casarão dos Guarapes, em Macaíba, pela Fundação José Augusto, e R$ 1 milhão para intervenções e obras de urbanização no litoral em diferentes municípios potiguares.

O Projeto Orla prevê o reordenamento das praias de Pirangi e Cotovelo, em Parnamirim; Pitangui, em Extremoz; e Muriú e Jacumã, em Ceará-Mirim. As intervenções urbanísticas com equipamentos de apoio e infraestrutura turística fazem parte do Plano de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Polo Costa das Dunas. Proposta semelhante já foi elaborada para as orlas de Tibau do Sul e Pipa.

Os recursos que serão destinados para a Fundação José Augusto vão ser usados para revitalizar e restaurar o Casarão dos Guarapes, no estuário do rio Potengi, em Macaíba, com o objetivo de reaver a história local e oferecer a população e aos turistas um equipamento cultural dotado de condições de uso, visitação e ocupação pelos artistas locais e convidados. A área verde protegida é de 10 mil metros quadrados e pertenceu ao empresário Fabrício Pedroza. O local foi tombado desde 2002 pela Fundação José Augusto e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

O casarão, em ruínas, foi sede de um importante entreposto comercial de exportação de açúcar e algodão, produtos que monopolizaram a economia do litoral e sertão do Rio Grande do Norte durante o império. O atual sitio histórico, originalmente, abrigava nos montes Guarapes, casa grande, capela, residências e comércio, além dos armazéns de açúcar e algodão. A movimentação do porto local chegou a se equiparar ao porto de Natal e superava o comércio de Macaíba no final do segundo império.

O município de 70 mil habitantes localizado na região metropolitana de Natal abriga, entre muitos atrativos, outro importante casarão já restaurado, o engenho Ferreiro Torto. Os atrativos turísticos ficam no caminho entre a capital potiguar e o Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante.

Fonte: Canindé Soares