18 de fevereiro de 2016

Valério Mesquita: Se Sérgio Cunha provar que eu ganho mais de R$40 mil, renuncio minha candidatura a prefeito de Macaíba

Valério Mesquita, ex-prefeito de Macaíba – Foto: Reprodução/Senadinho Macaíba

Após ter seu nome veiculado de forma suja e desonesta pelo blog Informativo Atitude [Veja aqui], o ex-prefeito de Macaíba, Valério Mesquita, respondeu às calúnias que lhe foram imputadas de forma digna, com a calma e a sobriedade de quem não tem o que temer. 

No artigo intitulado "Macaíba: a cidade que perdeu o medo?", publicado nessa quarta-feria (17)  pelo Senadinho Macaíba, o ex-prefeito diz: 

"O condomínio político que infelicita o povo de Macaíba e saqueia a prefeitura, postou matéria no seu blog oficial, insatisfeito e desorientado com a notícia corrente na cidade de que planejam “fritar” o nome do atual vice-prefeito para a eleição de outubro próximo. A ira que usam contra mim é improcedente mas significativa de que o fato veiculado é verdadeiro. Vejam como os irmãos Jararaca e Ratinho estão estressados com o avanço da Oposição e a queda paulatina do município islâmico: Acusam-me de usar pseudônimos e na matéria divulgada contra mim, utilizam um pseudônimo “Santos Carlos”. Que mediocridade…!! ".

Ele está se referindo à notícia publicada na última terça-feira (16) pelo blog Senadinho Macaíba e assinada pelo pseudônimo Carlos Santos, na qual foi dito que o atual secretário de Assuntos de Governo, Lindoarte Lima, estaria tramando usurpar, na próxima eleição, o lugar do vice-prefeito, Olímpio Maciel, na chapa da situação. 

Será mesmo que Fernando e Sergio Cunha estão pensando que quem está por trás do "Carlos Santos" é o ex-prefeito Valério Mesquita? Pensava que os Cunhas eram mais espertos.

É obvio que homem da altivez de Valério Mesquita não precisa se esconder por trás de pseudônimos para dar o seu recado. Ele fala e assina embaixo. Se for preciso, fala de novo:

"Acusam-me de frequentar, cafés, shoppings. E eles também frequentam. Mas não fico bajulando o governador, fato comentado por todos como verdadeiros puxa-sacos. É de fazer vergonha…", disse Valério.

Em seguida, o ex-prefeito afirma que a acusação de que ele ganha um salário de mais de R$40 mil reais por mês não passa de um factoide. E desafia:

"Se caso o milionário Sérgio Cunha provar documentadamente que eu recebo mais de R$40 mil reais por mês, eu renuncio minha candidatura a prefeito de Macaíba", disse, para jamais ser esquecido, Valério Alfredo Mesquita.

Vamos lá, Sergio: ou tu prova ou pede arrego!

Para ler o artigo na íntegra, clique Aqui.


Por Jefferson Lázaro
Editor e Colunista do Cidadão Macaibense