10 de março de 2016

Audiência Pública para debater a Campanha da Fraternidade de 2016 é realizada em Macaíba

Autoridades presentes na Audiência pública – Foto: Marcio Lucas/PMM

A Câmara Municipal de Macaíba, juntamente com a Paróquia Nossa Senhora da Conceição, realizou na manhã desta quinta-feira (10), no Pax Club, uma audiência pública para discutir sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2016, que tem como tema “Casa Comum, Nossa Responsabilidade”.

Além da presença de onze parlamentares e da população, o executivo municipal se fez presente com a participação do prefeito Fernando Cunha e do seu secretariado.

Entre os diversos temas abordados, mereceram destaque a questão da limpeza urbana e do saneamento básico. O padre João Maria falou da importância de se respeitar os dias de coleta do lixo, afirmando que manter a cidade limpa é um compromisso de toda a população, sem exceção. “Devemos ficar atentos, não jogar lixo na rua fora dos dias da coleta, conversar e fiscalizar nossos vizinhos, apostar na reciclagem para um mundo melhor para as próximas gerações”, completou o sacerdote.

O secretário da SEMURB, Joacy Carlos Pereira, relembrou para os presentes do Pax Club os dias do recolhimento do lixo, que acontecem todas as segundas, quartas e sextas, na Zona Urbana e terças, quintas e sábados na Rural.

Para debater a questão do saneamento básico em Macaíba, o engenheiro Felipe Melo, responsável pela fiscalização de obras da CAERN, explicou para os presentes sobre o sistema de esgotamento sanitário da cidade, compromissando ainda a finalização das obras de ampliação da cobertura de saneamento, faltando apenas a autorização do órgão ambiental responsável.

O secretário Sergio Cunha relembrou sobre as recentes ações do executivo para o saneamento de Macaíba, quando a Prefeitura concedeu cinco hectares pra a construção do transbordo.

Responsável por propor a audiência pública, a vereadora Edna Maia, comentou sobre a importância da sessão. “Isso aqui é somente o começo, devemos despertar a sociedade para os temas debatidos, levando o ensinamento para as escolas e crianças, ensinando a respeitar o meio ambiente”, finalizou a parlamentar.

Fonte: Agecom-PMM