8 de março de 2016

Dia internacional da Mulher começa com arrastão em Macaíba

Imagem ilustrativa 

Hoje (08), por volta das 5h, dois bandidos numa moto fizeram um arrastão em pelo menos dois lugares diferentes da cidade. O primeiro deles foi na paradas dos Correios, onde os bandidos assaltaram diversas pessoas que estavam esperando o ônibus para irem ao trabalho. Depois, eles fugiram pela Rua Dinarte Mariz e assaltaram mais duas pessoas que estavam sentados em frente em à Casa de Ração Agreste, que estavam esperando o ônibus da empresa em que trabalham. Não se está segurando em momento algum do dia. 

Da Redação

Apesar das mortes terem diminuído, os assaltos por toda a cidade continuam a todo vapor, causando uma sensação de medo é constante na população: ninguém está seguro em local e hora alguma. 

Essa situação se agrava no interior da cidade, principalmente na região de Traíras, Lamarão e Lagoa do Sítio I,

Não se pode negar, porém, que as Polícias Civil e Militar não estejam fazendo o seu trabalho. Ao contrário, os policiais militares do 11º BPM, comandados pelo Maj. Rodrigues, assim como os policiais civis, comandados pelo Dr. Normando Feitosa, estão de parabéns pelo trabalho que está sendo realizado. 

Nos últimos meses, várias operações bem sucedidas foram realizadas, criminosos que agiam ou moravam em Macaíba foram apreendidos. No entanto, não podemos negar que os índices de assalto nunca estiveram tão altos: roubo de carros, motos, celulares, etc.

Recentemente, o caso que pegou toda a cidade de surpresa foi o assalto seguido de sequestro relâmpago de Sergio Cunha, Tales Natal e Gelson Lima, respectivamente, irmão do prefeito, Chefe de Gabinete da prefeitura de Macaíba e presidente da Câmara Municipal de Vereadores.

Como explicar essa situação? 

Essa é uma pergunta que só as autoridades da segurança pública poderão explicar à população. No entanto, algo deve ser feito urgentemente para tirar de circulação os responsáveis por esse arrastão. O trauma das pessoas não pode ficar impune.