11 de março de 2016

Quem vai multar o prefeito de Macaíba por falta de saneamento básico?

O Rio Jundiaí é considerado o afluente mais poluído do Rio Potengi
Foto: Emanuel Amaral/Tribuna do Norte

Da Redação

No último dia 03, foi divulgado no site oficial da Prefeitura de Macaíba a notícia de que quem colocar entulhos e podas na rua além do permitido por lei seria multado. Em vista disso, o cidadão macaibense, Marques Suelle, por meio do seu perfil no Faceook, fez a seguinte interrogação:

E quem vai multar o prefeito de Macaiba por falta de saneamento básico?

Se considerarmos, por exemplo, a situação do Rio Jundiaí, não haveria dinheiro nesse mundo que pudesse pagar a multa que o prefeito de Macaíba receberia. 

Rio Jundiaí: um esgoto a céu aberto – Foto: Reprodução/MP do RN

Considerado o afluente mais poluído do Rio Potengi, na manhã de 28 julho de 2007, o Rio Jundiaí foi palco do maior desastre ambiental da história de ambos os rios: foram encontradas cerca de 40 toneladas de peixes mortos. Além dos peixes, morreram aves, cachorros e galinhas, conforme matéria divulgada pela Tribuna do Norte dois anos após o desastre.


Devido à poluição, em 2007, cerca de 40 toneladas de peixes foram encontrados
mortos nas marges do Rio Jundiaí – Foto: Reprodução/Blog Aplicando a Notícia

Abaixo, assista dois vídeos:

O primeiro vídeo, realizado em novembro de 2012 por estudantes macaibenses, mostra como acontece a poluição no Rio Jundiaí que, ao longo dos anos, transformou-se em um verdadeiro depósito de lixo:


O segundo vídeo é uma reportagem realizada pela equipe da Intertv Cabugi, realizada em junho de 2015,  mostrando que a falta de esgotamento sanitário na cidade é o principal problema da poluição do Rio Jundiaí, que afeta diretamente às pessoas que dependem do rio para sobreviverem: