31 de dezembro de 2016

LIÇÕES DE 2016


O ano de 2016 foi o ano do inacreditável, inacreditável que teríamos dois presidentes em um ano, inacreditável figuras icônicas tomariam vozes na politica mundial, inacreditável tantos desastres naturais, e tantos desastres aéreos, tantas perdas financeiras, tantos casamentos acabados, tantas mortes prematuras.

Na realidade o que aconteceu em 2016 acontece todos os anos, mas dessa vez bem mais constante e sem sossego, 2016 não nos deixou respirar um só minuto, quando pensávamos que íamos ter um minuto de paz, lá vinha 2016 nos dando um chute, e lá íamos nós cair novamente. Nos custa acreditar que o ano mais longo que tivemos é a vida dando uma oportunidade de viver e sermos mais atentos.

Quando reclamamos desse ano, na realidade reclamamos da vida, é preciso passar pelo caos para poder evoluirmos como seres humanos. Como pessoas que planejamos, e corremos muito em busca de nossos objetivos, não temos percebido o tempo passar e a vida passar diante por entre os dedos. Estamos muito ocupados, sem tempo para dar um abraço nossa mãe, magoado demais para fazer as pazes com nosso pai, e cansado demais para beijar nosso companheiro ou companheira, até que aquele avião cai, até que aquele carro capota, até que a pessoa que amamos não pode mais voltar então ai já é tarde demais .

Talvez precisássemos desse ano para poder refletir, quais são as nossas prioridades, quais os valores que estamos criando e reproduzindo, no que temos investido tempo, dinheiro, energias, temos que   ter a certeza que as coisas que construímos são coisas que levaremos além do tumulo. Precisamos criar vínculos que ultrapassem a morte, a falta de dinheiro ou mesmo vínculos que não se rompam por conta de uma discussão. “E preciso  amar as pessoas como se não houvesse amanha ”. como dizia sempre nosso querido e eterno Renato Russo. 

Então as lições de um ano tão difícil poderão servi-nos para lutas mais duras, se temos uma coisa que sabemos é que tudo passa, passamos por dois guerras mundiais, uma guerra fria terremotos, quebra da bolsa de Nova York, coronelismo, invasão portuguesa, viu não estou brincando foi pior. E o mundo passou por todas essas tragédias se adaptou e seguiu, tudo passa, e se você está lendo esse texto é por que passou, está vivo, está inteiro é um sobrevivente . 

Que possamos valorizar cada lagrima derramada, cada sorriso dado esse ano e pensar que nada foi vão, são paginas da nossa historia que não podem ser arrancadas e que delas tiramos preciosas lições. Que possamos dizer: Obrigado 2016 eu sobrevivi a você.