15 de julho de 2017

Estão Satisfeitos?

Por Ligia Silva

Desde o Impeachment pessoas que denunciaram como golpe eram tidas como Petralhas, esquerdistas, burros, por que desde o começo era nítido que o golpe não era contra a destruição de um partido do "Mal". A destruição era contra os direitos dos trabalhadores, mas a cegueira era tamanha, o ódio a um partido era tão grande que deixou no lugar do cérebro, um ódio sem igual. 

O primeiro grande projeto aprovado por Temer foi o congelamento da saúde e Educação por vinte anos a PEC 241 foi aprovada. Os impactos já podem ser sentidos, corte de bolsas dentro das faculdades federais, diminuição de vagas em escolas Federais, burocracia no Fies, fim do Projeto Ciência sem fronteiras, Fim da farmácia popular, dificuldades de grandes prefeituras em conseguir serviços básicos como uma ressonância magnética. No Rio grande do Norte pessoas já sofrem com a falta de remédios, como por exemplo as pessoas que sofrem com transtorno de crescimento estão sem medicamentos nesse momento.

O segundo e grande projeto aprovado com sucesso é a Reforma trabalhista ou como eles ousam chamar a flexibilização da CLT, não podemos esquecer da lei da terceirização que foi aprovada recentemente, onde o empregado pode receber 30 % a menos. Veja o que mudou na CLT:

- Parcelamento de Férias anuais, podendo ser parcelada em três vezes em "comum acordo com o patrão".
- A jornada diária que era de 8 horas, pode chegar a 12 horas e o limite semanal de 48 horas que antes era de 44 horas.  
- Intervalo para o almoço que antes era uma hora, agora são 30 minutos.
- O Trabalhador que processar a empresa pode ser processado por má fé.

Está tudo bem afinal não vejo adesivos misândricos de temer na Rua, não vejo "dancinhas coreografadas" pedindo o Impeachment de Temer, não vejo também um boneco gigante de Temer vestido de presidiário, Por isso que tiraram com apoio da bancada evangélica e ruralista uma presidente eleita democraticamente e com uma ficha limpa, para se acovardarem diante da Escravidão moderna, diante do desmonte do SUS uma conquista feita a  dura penas , se acovardar diante as dificuldades hoje impostas para ter acesso a um simples exame como ENEM .

Dilma saiu e tudo melhorou, menos a percepção do povo de que fez burrada achando que é rico e apoiando a uma elite corrupta que só visa uma coisa, lucrar em cima do pobre. E se você não é pobre parabéns nada mudou para ti. Mas se você é pobre como eu pega ônibus para a faculdade ou trabalho, eu tenho uma péssima notícia para você: "Quem não luta pelos seus direitos, não é digno deles ".