4 de dezembro de 2017

Câmara homenageia Dr. Felipe Barros, juiz da Vara Criminal de Macaíba

Foto: Assessoria/CMM

A Câmara Municipal de Macaíba realizou na última quinta-feira (30), uma sessão solene, conduzida pelo seu presidente Gerson Lima, que reuniu convidados e autoridades no Centro de Convivência Pax Clube. Na oportunidade a casa legislativa concedeu o Titulo de Cidadão Macaibense para Antônio Willy Vale Saldanha Filho, Felipe Luiz Machado Barros e George Tiago da Costa. A comenda "Ordem do Mérito Cultural Fabrício Gomes Pedrosa" foi entregue a Walter Fernandes de Miranda Júnior e Antônio Willy Vale Saldanha (in memoriam).

A equipe do Cidadão Macaibense participou da solenidade e conversou com um dos homenageados, Felipe Luiz Machado Barros (Juiz da Vara Criminal de Macaíba), Discorrendo sobre vários temas como juventude, projetos e desafios, relatou a importância dos meios de comunicação da cidade e informou que está a disposição para todos aqueles que trabalham na área ajudando no que for possível.

A indicação ao titulo de cidadão macaibense foi uma proposta da ex-vereadora Kátia Sena em 2016 e entregue pelas mãos do ver. Antônio de França nesta solenidade. Em sua rede social Kátia relatou: "Parabéns Dr. Felipe pelos serviços prestados à cidade, por ser um juiz cidadão, gostaria de ter te entregue essa comenda, mas nada apagará o brilho do teu trabalho."

Confira alguns trechos da fala do Dr. Felipe Barros

"Estimado povo desta cidade, berço de tantas personalidades importantes, de valor histórico e econômico ímpar para o Estado do Rio Grande do Norte, origem do Cruzeiro, meu segundo time depois do ABC, Macaíba cuja grandeza precisa ser sempre resgata e rememorada, a fim de que as gerações atuais e futuras tenham orgulho de sua terra. As poucas palavras que tenho para dizer aqui são de agradecimento, de ver o reconhecimento do meu trabalho como juiz, exercido em Macaíba desde o ano de 2011, quando aqui cheguei após ser promovido para a Vara Criminal."

Titulo de Cidadão Macaibense
"[...]é a chave para o inicio de um desafio ainda maior, pois, se antes trabalhávamos principalmente pelo aspecto profissional, de cumprimento de metas e etc, agora somos chamados a trabalhar também pelo aspecto do respeito à cidade que nos adota, de maneira que o nível de exigência e compromisso, a meu ver, aumenta bastantes. [...]eu topo o desafio! Sinto-me,como sempre estive, muito entusiasmado e disposto a continuar a dar o meu melhor para a cidade, do mesmo modo como quando iniciamos aqui nossa luta por uma jurisdição efetiva, mas de respeito às partes e advogados que nos procuram."

Projetos: Horta Agroecológica / Centro de Conciliação e Mediação
Preocupa-nos em demasia o ciclo de violência que assola a juventude macaibense, expondo-os a riscos e gravidades dos mais variados, de maneira que tentamos, na parte criminal, buscar não somente aplicar a lei no sentido punitivo, mas, de algum modo, resgatar a pessoa que praticou o delito através de sua ressocialização por meio do trabalho e da educação, sendo exemplo disso o projeto Horta Agroecológica, coordenado atualmente pela professora Marineide e mantida em parceria com o Ministério Público, a Prefeitura de Macaíba, e que teve o apoio importantíssimo dessa Casa Legislativa, ao aprovar a lei em 2013 instituindo o programa."


Além do projeto da horta, com a redistribuição de processos realizada por alteração das competências das varas de Macaíba, vamos também, em conjunto com as demais colegas juízas, implantar um Centro de Conciliação e Mediação composto por servidores e advogados locais para agilizar os processos que possam ser encerrados através de acordo e composição amigável, atendendo o anseio da classe jurídica local por mais celeridade.