31 de março de 2018

ISD recebe primeira turma da Residência Multiprofissional em abril

Paciente do CER/CEPS durante tratamento da clínica de Parkinson

ISD: Em ‪09 de abril de 2018 terá início a primeira turma de Residência Multiprofissional no Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência do Instituto Santos Dumont (ISD). Após a realização do processo seletivo, cujo resultado final foi divulgado em 28 de março, oito profissionais de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e serviço social iniciarão os trabalhos no Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS), unidade do ISD localizada em Macaíba (RN).

Os selecionados para a Residência Multiprofissional do Instituto irão desenvolver, ao longo de dois anos, competências direcionadas para a prática do cuidado integral, por meio da articulação das ações de promoção, prevenção e reabilitação, buscando uma ação conjunta dos profissionais de forma multi e interdisciplinar.

Lílian Lisboa, Coordenadora da Comissão de Residência Multiprofissional do ISD, explica que a formação dos residentes no CEPS será mediada por tutores e preceptores de diversas profissões: “Durante a formação, os integrantes da nossa Residência serão estimulados a renovar conhecimentos, atitudes e habilidades para melhor atender às demandas das realidades nas quais estão inseridos”, diz Lílian.

O Diretor de Ensino e Pesquisa do ISD, Reginaldo Freitas Júnior, afirma que a Residência Multiprofissional do Instituto está alicerçada na educação e trabalho interprofissional: “pensar a formação em saúde para dar respostas às demandas do Século XXI, nos remete à discussão sobre a reordenação dessa formação em que estudantes ou profissionais de dois ou mais cursos, ou núcleos profissionais, aprendem sobre os outros, com os outros e entre si, colaborando para o objetivo final de aprimorar o cuidado em saúde por meio do trabalho em equipe”, complementa Reginaldo.

A Coordenadora da Residência Multiprofissional do ISD ressalta, ainda, que as estratégias de educação interprofissional para o desenvolvimento das Residências Multiprofissionais em Saúde (RMS) podem ser consideradas alternativas importantes no cenário da formação para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS).

CER do CEPS atua em reabilitação física, intelectual e auditiva

Desde outubro de 2016 o CEPS é habilitado pelo Ministério da Saúde como Centro Especializado em Reabilitação (CER III), nas áreas de deficiência auditiva, física e intelectual. O Programa de Residência do ISD, pioneiro no Brasil, agrega os âmbitos de ensino, pesquisa e extensão, fortalecendo tanto a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência no contexto do SUS, quanto o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Plano Viver sem Limite. Além disso, o Programa contempla a interface de atuação conjunta com o Programa de Pós-graduação em Neuroengenharia do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS), outra unidade do ISD também localizada em Macaíba.

As ações do CER III do CEPS estão organizadas nas seguintes clínicas: Epilepsia (infantil e adulto); Parkinson; Transtorno do Espectro Autista (TEA); Lesão Medular (infantil e adulto); Microcefalia; Deficiência Auditiva (infantil e adulto); Prematuridade Extrema. Mais informações sobre a atuação do CEPS podem ser encontradas na página: http://www.institutosantosdumont.org.br/unidades/saude-anita-garibaldi/

Texto e Fotos: Ariane Mondo
Ascom-ISD