5 de novembro de 2018

Projeto de fotojornalismo em Macaíba é destaque no jornal Brasil de Fato

São realizadas aulas de fotografia, diagramação e comunicação
Projeto Escola José Pinheiro

Do Brasil de Fato: Em Macaíba, no Rio Grande do Norte, um projeto escolar tem se destacado por utilizar o gênero fotojornalístico como instrumento pedagógico na aprendizagem, no desenvolvimento de práticas de leitura e produção textual, tendo como objetivo geral tratar o uso do jornal dentro do ambiente escolar como indicador na formação de leitores e produtores de texto.

O projeto acontece na Escola Municipal José Pinheiro Borges, que foi escolhida devido a sua proximidade a bairros periféricos da zona urbana do município, buscando assim atingir os jovens desta região. As atividades consistem principalmente na elaboração de um jornal escolar contemplando a realidade dos alunos e da comunidade na qual a escola está inserida.

A metodologia utilizada visa o tratamento da mídia impressa como ferramenta educativa trabalhando diversos gêneros textuais seguindo um cronograma de aulas de leitura e produção de texto, aulas de fotografia e linguagem visual, palestras sobre fotojornalismo e ética, diagramação de jornal e comunicação. A participação dos professores de língua portuguesa da escola em conjunto com a coordenação do projeto é de fundamental importância, afinal uma intervenção pedagógica como esta mescla situações de práticas sociais com a leitura e a escrita.

Segundo a professora de língua portuguesa, Verônice Paula afirmou, “O projeto visa melhorar o nível de proficiência dos alunos no universo das práticas sociais de letramento, devido uma maior vivência dos acontecimentos locais, além da interação entre a escola e a comunidade, dando aos alunos o protagonismo e uma nova visão de mundo a respeito da escola e do espaço onde vivem”. As professoras Verônice Paula e Herica Williany, ambas da disciplina de língua portuguesa, realizam esta iniciativa em conjunto com a coordenação do projeto, formados pelo agente de cultura Jacob Marto, o fotografo Júlio Rasec e o jornalista Harryson Magalhães.

Edição: Janaína Lima