6 de março de 2019

Abandonado durante décadas, futebol feminino ressurge em grandes clubes após imposição da CBF

Foto Arquivo Portal no Ar

Por Mariana Fraga/Agência do Rádio

A partir deste ano, todos os 20 clubes da série A masculina do Brasileirão vão ter que manter elencos femininos, tanto na categoria de base, como no profissional. A exigência foi estipulada pelo Regulamento de Licenças de clubes da Conmebol (Confederação Sul-americana de Futebol). O documento exige a existência da modalidade feminina em todos os clubes que participam do Campeonato Sul-Americano e da Copa Libertadores em 2019. Como 14 clubes brasileiros se enquadram nesse quesito, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) decidiu expandir a exigência para todas as 20 equipes da série A.

De acordo com o manual da CBF, para atender essa demanda, os clubes poderão manter uma equipe própria, estabelecer um acordo de parceria, firmar uma associação com outro clube ou a outras entidades privadas, governos estaduais ou municipais.

Texto na íntegra: portalnoar.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenha consciência do que você vai comentar.