17 de julho de 2019

Professores criam o movimento "Docentes Pela Liberdade (DPL)"

Imagem: Reprodução
Por Thaís Garcia - C.P

No início deste mês (03), foi lançado o movimento Docentes Pela Liberdade (DPL). O grupo reúne cerca de 300 profissionais, de 22 estados e do DF, em torno de pautas conservadoras, em defesa da liberdade de pensamento, especialmente dentro das universidades.

O lançamento aconteceu com programações simultâneas em várias cidades, como Londrina, Brasília, Porto Alegre, Aracaju, Recife, Cuiabá, Montes Claros, Viçosa, Campinas e em alguns outros locais, como Vitória, Rio Branco, Palmas e Natal.

No mesmo dia, um ato ocorrido na Assembleia Legislativa de Cuiabá, marcou a oficialização do movimento Docentes Pela Liberdade (DPL) no Mato Grosso. Com apoio do deputado estadual Sílvio Fávero e da senadora Selma Arruda, ambos do PSL.

O compromisso do DPL é com a verdade, com o respeito às opiniões e com a valorização da família, do comércio, da liberdade de empreender e dos valores conservadores.

Texto na íntegra: Conexão Política

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenha consciência do que você vai comentar.