7 de setembro de 2019

Macaíba: Mãe de criança feita refém pelo pai fala sobre o caso

Fernanda Patrícia / Reprodução OP9

OP9: “Eu vinha vivendo em função da mente dele. Estava sempre torcendo para ele ficar bem, feliz. Quanto mais ele estivesse melhor, eu estaria e meu filho também”. Essas declarações são da professora Fernanda Patrícia, ex-esposa do policial militar Hermano Mangabeira, que manteve o filho dos dois refém sob a mira de um revólver por mais de quatro horas na quinta-feira (5) no centro de Macaíba

Fernanda falou com exclusividade para a equipe da TV Ponta Negra, emissora do Sistema Opinião, na tarde da sexta-feira (6), quase 24 horas após os momentos de tensão passados pela família. O que levou o pai a ameaçar tirar a vida do próprio filho? A professora relatou a convivência delicada com o ex-marido após a separação.

O casal está divorciado há 2 anos e 3 meses. Segundo Fernanda, Hermano não aceitava a separação. “Não foi a primeira vez que passei por situações difíceis desde a minha separação. Eu vivo muito tempo assim, em função da mente dele. Desejando o melhor para a vida dele para que eu pudesse seguir a minha”, explicou.

A professora contou que vivia na tensão, com medo de algo assim acontecer. “Nunca descartei a possibilidade de algo difícil. Eu sabia que se ele tivesse esses excessos dele, poderia fazer algo extremo”, destacou.

Matéria na íntegra: www.op9.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenha consciência do que você vai comentar.