3 de novembro de 2019

Conheça a história de superação de um dos maiores leitores do país


Há diversas razões para uma pessoa não ler um livro, mas a principal delas, apontada pelos leitores na quarta edição da Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, é a falta tempo. O dado é antigo, mas não caduco. Cinco mil pessoas foram ouvidas em 2015, último censo realizado pelo Ibope a pedido do Instituto Pró-Livro.

De acordo com a pesquisa, 32% dos leitores não têm tempo para ler. A partir daí, os motivos vão se somando e incluem a questão geográfica - muitas vezes as bibliotecas ficam longe de casa -, e a questão financeira - o preço do livro também foi citado pelos entrevistados. Assim, ler é para quem dispõe de tempo, de estrutura para se deslocar até uma biblioteca e de dinheiro.


Sidnei Rodrigues de Andrade não tem nada disso. E mesmo assim leu, de janeiro a outubro deste ano, 124 livros. Uma média de um livro a cada três dias. Com 41 anos de idade, Sidnei trabalha numa faculdade onde foi contratado como vigia e acaba de ser promovido a auxiliar da biblioteca de livros didáticos.

Matéria na íntegra: agenciabrasil.ebc.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenha consciência do que você vai comentar.