14 de março de 2020

Cientistas holandeses reivindicam a descoberta de anticorpo contra o coronavírus chinês

Professor Frank Grosveld em “seu” laboratório. Foto: Marko De Haan.

Por Thaís Garcia - Conexão Política

Cientistas das universidades holandesas Erasmus MC (Roterdã) e Universidade de Utrecht reivindicam ter descoberto um anticorpo contra o coronavírus chinês. A publicação científica do grupo de 10 cientistas está pronta para avaliação pela revista especializada Nature.

Eles descobriram um anticorpo que bloqueia a infecção por SARS1 e SARS2. Em outras palavras, um primeiro anticorpo contra o coronavírus chinês.

Desde quinta-feira (12), o artigo da equipe de dez cientistas está online no BioRxiv – um site no qual biólogos podem publicar suas pesquisas antes de serem avaliadas por uma revista especializada. O artigo menciona um anticorpo contra o SARS2, o coronavírus chinês que causa a atual pandemia (COVID-19). O anticorpo pode ajudar a detectar e prevenir esse tipo de infecção por corona. O anticorpo ativo é o primeiro do mundo.

Matéria na íntegra: conexaopolitica.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenha consciência do que você vai comentar.