31 de março de 2020

Covid-19: Italiana de 102 anos se recupera de vírus chinês

Imagem: Itálica Grondona

Por Thaís Garcia - Conexão Política

Uma mulher de 102 anos chamada Italica Grondona se recuperou do vírus chinês na cidade italiana de Gênova, no norte da Itália, depois de passar mais de 20 dias no hospital, informou a CNN.

“Nós a apelidamos de Highlander – a imortal”, disse a doutora Vera Sicbaldi, que tratou Grondona no hospital San Martino, em Gênova.

Na Itália, a média de idade dos que tiveram resultados positivos para o coronavírus chinês e posteriormente morreram é de 78 anos, de acordo com o Instituto Nacional de Saúde do país.

Grondona foi hospitalizada no início de março com “insuficiência cardíaca leve”, disse Sicbaldi à CNN.

“Ela tinha apenas alguns sintomas leves de coronavírus, então a testamos e deu positivo, mas fizemos muito pouco, ela se recuperou sozinha”, disse Sicbaldi.

A médica disse que o caso de Grondona impressionou tanto os médicos que eles decidiram estudá-lo mais profundamente.

“Temos amostras sorológicas, ela é a primeira paciente que sabemos que pode ter passado pela ‘gripe espanhola’, pois nasceu em 1917”, explicou Sicbaldi, referindo-se à pandemia de gripe de 1918/1919, que matou pelo menos 50 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo Centros de Controle e Prevenção de Doenças.

Grondona deixou o hospital em 26 de março e agora passará um tempo se recuperando em um lar. “Não sei qual é o segredo dela, mas sei que ela é uma mulher livre e independente”, disse à CNN o sobrinho da idosa, Renato Villa Grondona.

Segundo Renato, o único filho da idosa italiana morreu nos EUA há algumas décadas, e isso a fez sofrer.

“Mas ela ama a vida, dança e música, ela ama Freddy Mercury e Valentino Rossi”, disse o sobrinho, referindo-se ao vencedor de vários títulos mundiais de MotoGP.

“O vírus se rendeu na frente dela”, disse Renato.

Matéria na íntegra: conexaopolitica.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenha consciência do que você vai comentar.