6 de junho de 2020

NOTA OFICIAL DA CÂMARA MUNICIPAL DE MACAIBA


Lamentamos informar o falecimento na madrugada deste sábado, 6 de junho de 2020, do presidente da Câmara Municipal de Macaíba, vereador Gelson Lima da Costa Neto, vítima de um infarto fulminante.

BIOGRAFIA

GELSON LIMA DA COSTA NETO nasceu no dia 28 de março de 1959, na comunidade de Jundiaí, em Macaíba.

Filho do casal Teodomiro Lima da Costa (já falecido) e Terezinha Dias de Lima, Gelson tinha dez irmãos.

Iniciou os estudos em meados dos anos de 1960, cursando o antigo Primário na Escola Reunida de Jundiaí. Após isso, fez o Exame de Admissão para ingressar no Ginásio no então Colégio Comercial de Macaíba (hoje, Escola Estadual Dr. Severiano), no curso de Técnico em Contabilidade, no começo da década de 1970.

A vocação política deu os seus primeiros sinais entre o 1º e o 2º ano, quando presidiu o Grêmio Estudantil Tavares de Lyra.

De 1991 a 1994, foi presidente da ASFUJA (Associação dos Servidores da Fundação José Augusto), sendo reeleito em mais duas ocasiões. Sobre essa fase, foi um grande aprendizado para Gelson, pois pela primeira vez disputou uma eleição em sua vida, que acabou coincidindo com o primeiro mandato de vereador.

Profissionalmente, trabalhou como serviço prestado na Secretaria Municipal de Finanças, na gestão do então prefeito Silvan Pessoa e Silva, nos anos de 1977-1978.

Em seguida, em 1982, fez um estágio como pesquisador no IBGE. Depois, ingressou na Fundação José Augusto, assumindo a mesma função no Centro de Pesquisa Juvenal Lamartine, se aposentando em 2018, após 36 anos.

Estimulado pelo fervor das campanhas e acompanhando seu pai, que seguia Dinarte Mariz, Gelson passou exercer militância política, após assistir comícios, passeatas e vigílias (das 19h até as 9h da manhã do dia seguinte). Vinha de Jundiaí para Macaíba articulado por dona Finha, que aglutinava os jovens de Jundiaí para assistir os comícios num caminhão pau de arara.

Participou de várias campanhas políticas apoiando candidatos que se identificava. Era um admirador da saudosa ex-prefeita Mônica Dantas.
O envolvimento de Gelson Lima nas campanhas chamou a atenção da advogada Verônica Ribeiro, que percebeu no jovem o seu potencial latente para a política partidária.

Assim, em 1992, ele disputou a sua primeira eleição para vereador pelo PMDB, obtendo 308 votos, apoiando a candidata a prefeita Cristina. Depois, foi reeleito em 1996, 2000, 2004, 2012 e 2016. Já se encontra no seu sexto mandato parlamentar.

Como presidente da Câmara Municipal, Gelson contabilizou cinco mandatos (1997-1998; e de 2013 até os dias de hoje).

Junto ao então prefeito Luiz Gonzaga Soares, conseguiu a implantação do CIA (Centro Industrial Avançado), em que teve a oportunidade de assinar isenções de incentivos fiscais para que as empresas pudessem se instalar no Município, tirando Macaíba da condição de cidade-dormitório. Várias extensões de eletrificação urbana foram conseguidas, possibilitando uma melhor qualidade de vida aos usuários.

Gelson também lutou pela duplicação e adequação da Reta Tabajara.

Na área da educação, lutou pela vinda de uma Escola de Ensino Profissionalizante, que já está em construção na comunidade de Mangabeira, ao custo de R$ 10 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenha consciência do que você vai comentar.